Início Assassin's Creed Origins Curse of the Pharaohs possibilita explorar um novo mundo e lutar contra reis mortos-vivos

Curse of the Pharaohs possibilita explorar um novo mundo e lutar contra reis mortos-vivos

8 min read
1
0
2,090

Curse of the Pharaohs possibilita explorar um novo mundo e lutar contra reis mortos-vivos

Curse of the Pharaohs, a terceira expansão de Assassin’s Creed Origins, leva Bayek a uma jornada para procurar um misterioso artefato em Tebas, onde ele encontra mais do que esperava. Em vez da mortal e traiçoeira Ordem dos Anciãos, ele encontra faraós mortos-vivos se materializando nas ruas e massacrando a população. A Maldição dos Faraós, como os moradores a chamam, deve ter algo a ver com os ladrões de túmulos que tratam o Vale dos Reis como um garimpo de antiguidades, forçando Bayek a caçar artefatos importantes ligados a cada faraó, para que eles possam repousar em paz.

O mapa de Curse of the Pharaohs é um gigantesco território novo, repleto de surpresas. Há Tebas, uma enorme cidade com pontos famosos como os templos de Karnak e Luxor. Atravessando o Nilo, você encontrará o Vale dos Reis, repleto de tumbas saqueadas da nobreza egípcia. E à medida que trabalha para acalmar os espíritos de cada faraó inquieto, Bayek encontra o caminho para a vida após a morte de cada um deles, que são grandes mundos abertos independentes conectados a portais em suas tumbas. O submundo egípcio é fascinante e estranho, com riquezas exóticas, barcas majestosas que flutuam em campos de juncos, além de criaturas míticas que vigiam, impedindo a entrada dos vivos. Tenha muito cuidado, ou você poderá encontrar guardas que se parecem com Anubis patrulhando a região, ou pior, escorpiões do tamanho de camelos que fazem hipopótamos e crocodilos parecerem bichos de pelúcia.

As áreas da vida após a morte ficam abertas para uma viagem rápida depois de descobertas, e também servem como um curso intensivo sobre os lados menos conhecidos da mitologia egípcia. Por exemplo, você sabia que os egípcios antigos acreditavam que as almas tinham cinco partes separadas, uma das quais era um pássaro com rosto humano chamado “ba”? Você sabe agora porque tem ba para todo lado na vida após a morte, e pode até caçá-los se tiver vontade de fazer uma maldade.

Curse of the Pharaohs possibilita explorar um novo mundo e lutar contra reis mortos-vivos

Às vezes, as ameaças da vida após a morte se espalham no mundo dos vivos, e as sombras dos faraós são o primeiro e mais ameaçador exemplo que você encontrará. As sombras são manifestações físicas dos faraós mortos-vivos e, de vez em quando, aparecem aleatoriamente como chefes por tempo limitado e causam grande destruição. Quando souber que um deles está à solta no mundo, você terá um breve período de tempo em que poderá rastreá-los e temporariamente mandá-los de volta para onde vieram. Derrote-os antes que decidam voltar por conta própria, e você ganhará itens e salvará alguns civis, mas fique avisado: eles são extremamente resistentes e causam muito dano, o que faz deles um desafio até para jogadores de alto nível. E quando confrontá-los na vida após a morte, a última etapa para que descansem em paz, eles se tornam ainda mais poderosos do que são no mundo dos vivos, capazes de absorver muito dano e aniquilar a vida de Bayek com um ou dois ataques especiais, então se prepare para algumas das lutas mais difíceis do jogo.

Para combater esses novos terrores, o limite de níveis de Bayek foi elevado para 55, e sete novas habilidades podem ser desbloqueadas agora. Algumas delas são fortalecimentos para outras habilidades, como Dash Boost, que recompensa esquivas perfeitas com um aumento de dano. Também tem Overpower Fury, que cura Bayek e remove quaisquer males de status quando ele desfere um ataque carregado de adrenalina. Quatro novas habilidades do arco e flecha deixam os arcos de Bayek ainda mais versáteis: agora ele pode infectar eliminações com apodrecimento de carne, através do Arco do Predador, perfurar escudos com disparos carregados do Arco do Caçador, causar mais dano com acertos consecutivos com seus Arcos Leves, ou infligir dano de sangramento em alvos que sobreviverem aos ataques do Arco do Guerreiro. Finalmente, Favor of Osiris recompensa você por passar tempo na vida após a morte, reabastecendo gradualmente as ferramentas e flechas de Bayek, enquanto ele estiver lá. Ao todo, você precisará de 15 Pontos de Habilidade para desbloquear as novas habilidades, então fique de olho em pontos de interrogação no mapa para obtê-los mais rapidamente.

Curse of the Pharaohs será lançado para Xbox One, PS4 e PC no dia 13 de março. Está incluso no Passe de Temporada de Assassin’s Creed Origins, ou pode ser adquirido separadamente por R$ 19,99.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais Assassin's Creed Origins

Comente pelo Facebook:

Ou use nosso sistema de comentários:

Um comentário

  1. […] mês marca a chegada do segundo e último DLC, A Maldição dos Faraós, que coloca Bayek em uma jornada completamente nova, e também contamos com algumas atualizações […]

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também:

Assassin’s Creed Odyssey – Dê forma ao seu destino espartano na Grécia Antiga em 5 de outubro

Assassin’s Creed Odyssey dá um passo maior no tempo do que qualquer outro jogo da sé…