Início Notícias 10 anos de Assassin’s Creed: Conheça a história da saga!

10 anos de Assassin’s Creed: Conheça a história da saga!

10 min read
0
0
136

10 anos de Assassin's Creed: Conheça a história da saga!

No dia 13 de novembro de 2017 fez 10 anos desde que o primeiro Assassin’s Creed foi lançado, um jogo que não se tornou só  um sucesso e deu início para a saga que nós tanto jogamos, mas também foi um marco na geração e na história de jogos de mundo aberto.

Lançado em 2007, o primeiro Assassin’s Creed da saga, começou a ser produzido em 2004, como um projeto da saga Prince Of Persia, para a sétima geração de consoles (PS3 e Xbox 360), com a mesma equipe que fez o glorioso e excepcional Prince Of Persia: The Sands of Time, que tinha como ideia original, o nome “Prince Of Persia: Assassin”, no qual iriamos controlar um Assassino que protegeria um jovem príncipe como guarda-costas. Porém, durante a produção, a trama evoluiu e se desenvolveu de forma tão imensa, que acabou se tornando uma franquia nova, focada em ficção científica e histórica, que a Ubisoft resolveu apostar, e como vocês sabem, deu certo!

Confira o trailer vazado do jogo Prince Of Persia que deu origem ao primeiro Assassin’s Creed da saga:

Um fato bastante curioso durante a produção de “Prince of Persia: The Sands of Time”, é que Patrice Desilets, diretor criativo da saga, queria que o palácio e cenário principal do jogo, estivesse cheio de pessoas, como uma verdadeira multidão, o que não era possível na época devido as limitações gráficas da sexta geração de videogames, pois a memória só era possível renderizar 8 personagens apenas por vez na tela. Depois da chegada da sétima geração e seu grande avanço tecnológico em poder gráfico, foi possível então povoar as cidades em Assassin’s Creed com dezenas de NPC’s, tornando-as mais vivas e impressionantes na época, ao ponto de serem direto citadas como um dos maiores diferenciais.

Mais do que uma vasta população, o primeiro título da saga trouxe um grande mundo aberto com gráficos magníficos e paisagens de tirar o fôlego, no qual o jogador poderia explorar de diversas maneiras, entre elas, a habilidade de saltar e escalar livremente (parkour), com movimentos mais práticos e interações com quase todas as estruturas e construções.

Veja um “demo” com Assassin’s Creed em sua versão de demonstração em 2007:

A abordagem em modo furtivo e combate e também ter a liberdade de escolha para ambos, foram elementos que contribuíram como inovações, garantindo então a atenção do público e o glorioso sucesso do jogo, porém Assassin’s Creed tinha muito mais a oferecer!

O atrativo para o grande público do game, não é novidade que é o seu “Set Histórico”, situado na época da Terceira Cruzada e baseado em alguns fatos reais, representando personagens historicos ou inspirados em uma Ordem de Assassinos que realmente existiu. O jogo era prato cheio para os amantes de história. Porém bem mais que ficção histórica, Assassin’s Creed traz como história principal uma trama baseada em ficção científica, não apenas dando uma razão para visitar o passado, como estabelecer um universo mais profundo e desenvolvido que só iria crescer e se aprofundar ainda mais nos próximos lançamentos da saga. É fato que isso é algo único e até então sem nenhum precedente na histórias dos games, o qual foi uma grande surpresa!

Assassin’s Creed trouxe duas histórias paralelas. Vamos recapitular em um curto resumo:

A história se passa no tempo presente, em Setembro de 2012, quando o bartender Desmond Miles é sequestrado e levado até às indústrias Abstergo. Sem muita escolha, este é forçado a entrar em uma máquina denominada “Animus”, capaz de renderizar memórias genéticas em uma simulação, para reviver as memórias de seu antepassado, Altaïr Ibn-La’Ahad, um membro da irmandade dos Assassinos durante a Terceira Cruzada. Posteriormente quebrar os três dogmas do credo, o Mestre Assassino Altaïr perde sua essencial e também respeitada posição dentro da Ordem, sendo rebaixado ao ranking de novice, e também para se redimir é enviado em uma jornada de salvação pela Terra Santa, recebendo a missão de eliminar nove homens envolvidos em uma conjuração dos Templários que ameaça o reino.

Na era, Assassin’s Creed recebeu reviews positivas tanto pela sua história quanto pelo o gameplay, o que, sendo visto nos dias de hoje por olhos mais críticos, é facilmente taxado de repetitivo, porém, precisamos levar em conta não unicamente a idade do jogo, como também o fato de ter sido uma aposta em uma nova franquia, um território novo para a equipe. E também evidente, devemos também valorizar todas a inovações que este título trouxe e sua relevância para o início da geração passada. Mais essencial, devemos valorizá-lo, porque sem esse jogo, não estaríamos aqui e também não teríamos essa franquia única e maravilhosa que tanto gostamos, não é verdade?

Assassin’s Creed ganhou alguns prêmios:

Game Critics Awards: Best Action/Adventure Game.
IGN: Best Action Game, PS3 Game of the Show, Best PS3 Action Game, Best PS3 Graphics.
GameSpy: Best PS3 Game of the Show.
GameSpot: Best PS3 Game of the Show.
Gametrailers: Best of Show.
1UP: Best PS3 Game.

Assista o trailer oficial de lançamento:

E então jogadores, bate uma nostalgia né? Conte-nos como o primeiro Assassin’s Creed marcou vocês, deixem suas histórias nos comentários!

Adaptado de Assassin’s Creed Blog

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais Notícias

Comente pelo Facebook:

Ou use nosso sistema de comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também:

Julgamento dos deuses: Sekhmet – JÁ DISPONÍVEL!

Enfrente a Deusa Guerreira Sekhmet 5 a 12 de dezembro Conheça o julgamento mais temível ai…